quinta-feira, 25 de junho de 2015

Ψ Imaginação Ativa - Reativando o Arquétipo da Deusa

 *Sou quem eu sou e sei quem sou. Penso por mim mesma. Minhas setas sempre atingem o alvo. (Ártemis)

*Meus instintos e meu olfato são aguçados. Expresso livremente minha vitalidade. (B. Yaga)

*Os desafios da vida nunca me detém pois eu sei como me tornar feliz e exuberante para alegrar a mim mesma. (Bast)
*Deixe que eu me aproxime de você, através da brisa, do fogo, das plantas, da música ... 
Deixe que eu te anime e te estimule. Até que a vida pareça mais doce. (Brigit)
 *Nada morre que não nasça outra vez. Venha até mim e você será acolhido no meu caldeirão da transformação. Onde tudo é misturado, fundido, derretido e triturado, reconstituído e reciclado. (Cerridwen)
*Eu sinto tudo, a raiva, alegria e amor. escolho o caminho do meio. (Demeter)
*Se eu fizer a pergunta que provoca, você deve se esforçar para encontrar a resposta. 
Todo desafio é uma oportunidade. (Esfinge)
*Quando despertei e surgi do caos não vi outra forma de expressar o puro deleite, a selvagem alegria que não fosse através da dança como se flutuasse num mar de êxtase. (Eurínome)

*Houve um tempo ... em que eu dançava minha dança da sexualidade, que trouxe união comigo e com a deusa, com o êxtase espiritual. Senti-me regenerada, pois a vida existe para expressar a si mesma. (Freya) 

 *Há um caminho eu sou o caminho. Ordenei as estações em sequência. Organizei oceanos, até que tudo estivesse auspiciosamente arranjado. Eu sou a ordem natural das coisas. (Nu Kua)

*Você está aqui para sentir o prazer em todos os caminhos. Você vai estar revigorada com a energia vital, seus olhos vão cintilar. (Hator)

*Sou aquela que através da lareira transforma uma construção, um castelo num lar. (Héstia)
*Venha até mim quando estiver exausta e quando quiser renovação, o meu útero aquático vai acolhê-la. Basta se entregar. (Iemanjá)
*Eu sou o jorro abundante e eterno da fartura. Da plenitude do meu ser ofereço os meus dons copiosamente com sensualidade e liberdade. Estou em toda parte e nunca deixarei de existir, chame por mim. (Laksmi)
*Eu digo o que penso e penso o que digo. Eu danço a luz e a escuridão, o consciente e o inconsciente, o sadio e o insano e falo por mim mesma. Todas as partes de mim fluem para o todo. Todos os meus aspectos divergentes tornam-se um. (Lilith)


*Tente me alcançar, toque em mim. Estou sempre além do seu alcance. Não tente imaginar como sou, estou além da compreensão humana, Sou um mistério até mesmo para mim. (Nut)

*O que eu quero é a união, de um jeito agradável e apropriado. Conscientemente me entrego e sei como me resgatar. Vejo-me refletida no outro. (Senhora das Feras)

Fonte: Amy Sophia Mrashinsky - O Oráculo da Deusa
Ψ Fatima Vieira - Psicóloga Clínica

William Shakespeare - soneto 130

                                                                                                                                         W. Blake
                  Os olhos da minha amada nada são diante do sol;

                  (...) Confesso nunca ter visto uma deusa levitar

                  Minha amada, quando caminha, pisa no chão.

                 Mesmo assim, eu juro, ela é tão rara,

                  Que torna falsa toda e qualquer comparação.

                                                     (William Shakespeare)

segunda-feira, 22 de junho de 2015

tarde demais para ser pessimista

https://www.youtube.com/watch?v=LzRMtxZlz6Y
HOME é um documentário lançado em 2009, produzido pelo jornalista, fotógrafo e ambientalista francês Yann Arthus-Bertrand. Mostra-nos a diversidade da vida no planeta e como a humanidade está ameaçando o equilíbrio ecológico.
 
Sinopse: *Nos últimos 200 mil anos, os humanos têm perturbado o equilíbrio do planeta Terra, um equilíbrio estabelecido por quase quatro bilhões de anos de evolução.  
*Temos de agir agora. É tarde demais para ser pessimista.  
*O preço é muito alto. A humanidade tem pouco tempo para reverter a tendência e mudar seus padrões de consumo.
*Através de imagens visualmente deslumbrante em mais de cinquenta países, todo o tiro de uma perspectiva aérea, Yann Arthus-Bertrand mostra-nos uma visão a maioria de nós nunca viu.
*Ele compartilha conosco o seu sentimento de temor sobre nosso planeta e sua preocupação com a sua saúde. 
*Cerca de 20% da população mundial consome 80% dos seus recursos. 
*O mundo gasta 12 vezes mais em despesas militares do que na ajuda aos países em desenvolvimento. Mais de 5.000 pessoas por dia morrem por causa de água poluída. Um bilhão de pessoas não têm acesso à água potável.
 *Quase 1 bilhão de pessoas passam fome. 
*Mais de 50% dos grãos comercializados em todo o mundo é usado para alimentação animal ou biocombustíveis.  
*40% de terra arável sofreu danos a longo prazo. Todos os anos, 13 milhões de hectares de floresta desaparece.
*Um mamífero em 4, uma ave em oito, um anfíbio em 3, estão ameaçados de extinção. Espécies estão desaparecendo em um ritmo mais rápido do que 1000 a taxa natural. Três quartos dos bancos de pesca estão esgotadas ou em declínio perigoso.
*A temperatura média dos últimos 15 anos têm sido a maior já registrada. 
*A calota de gelo é 40% mais fino do que há 40 anos. Pode haver, pelo menos, 200 milhões de refugiados climáticos até 2050. 
(...) Lesoto, um dos países mais pobres do mundo, é proporcionalmente o que mais investe na educação de seu povo. 
*Quatar, um dos estados mais ricos do mundo, abriu suas portas para as melhores universidades. Cultura, educação, investigação e inovação são recursos inesgotáveis.
*Em face da miséria e sofrimento, milhões de ONGs provam que a solidariedade entre os povos é mais forte que o egoísmo das nações.  
*Em Bangladesh, um homem pensou o impensável e fundou um banco que empresta apenas para os pobres. Em 3 anos, tem mudado a vida de 150 milhões de pessoas.
*A Antártica é um continente rico em recursos naturais imensos que nenhum país pode reivindicar para si. A reserva natural dedicada à paz e à ciência. Um tratado assinado por 49 estados tornou um tesouro compartilhado por toda a humanidade.
*Os primeiros parques naturais foram criados pouco mais de um século atrás. Eles cobrem mais de 13% dos continentes. Eles criam espaços onde a atividade humana está em sintonia com a preservação de espécies, solos e paisagens. Esta harmonia entre homem e natureza podem se tornar as regras, não a exceção. 
*Na Coréia do Sul, as florestas haviam sido devastadas pela guerra. Graças a um programa de reflorestamento nacional abrange novamente 65% do país. Mais de 75% do papel é reciclado. 
*Costa Rica fez uma escolha entre gastos militares e conservação da terra. O país não tem um exército. Escolheu por dedicar seus recursos à educação, ecoturismo e à proteção da sua floresta primária.
*Gabão é um dos principais produtores mundiais de madeira. Obriga extração seletiva de madeira. Não superior a 1 hectare cada árvore. Suas florestas são um dos recursos econômicos mais importantes do país. Mas eles têm tempo para se regenerar. Programas existem garantia de que o manejo florestal seja sustentável.
Ψ Fatima Vieira - Psicóloga Clínica

domingo, 14 de junho de 2015

Ψ PARALISIA DO SONO ou A Viagem Que Não Deu Certo

Qual o significado desta cadeia bizarra de eventos?

*A paralisia do sono é um mecanismo de proteção natural do organismo para evitar danos ao sonhador.

 *De todas as experiências oníricas que tive essa é a mais assustadora. 

 *Quem não vivenciou, não sabe do que estou falando e não queira. 

 *Se ocorrer uma vez eu asseguro que virão outras ...

*É o tipo de experiência tão enigmática que ao longo da história da humanidade dependendo do seu contexto cultural, são relatados como abduções alienígenas, visitações fantasmagóricas, ataques das bruxas ... normalmente entidades do mal.
*O transtorno macabro foi bem representado por John Henry Fuseli, 'The Nightmare', (imagem acima)

*As alucinações podem ser moldadas com base em suas expectativas. 

*Algumas pessoas continuam convencidas de que este estado é realmente uma porta de entrada para as dimensões infernais. 

*Entretanto nada impede o sonhador de aprender sobre a verdadeira natureza da paralisia do sono e fazer a porta de entrada para os sonhos lúcidos.

*Se você pratica certas técnicas de sonho lúcido e EFCs (experiências fora do corpo), saberá do que estou falando.

*Os neurocientistas referem: A causa básica  desta condição médica é atonia REM, (atonia significa falta de tensão muscular).

*Atonia REM é um mecanismo essencial do sono. 

*Ao adormecer os sinais elétricos entre seus músculos e seu cérebro são levemente desconectados a fim de que você possa dormir em paz.

*Ou seja, enquanto dorme você não age para fora dos seus sonhos.

*Se a paralisia do sono é apenas um sonho, então por que isso é tão real? 

*A experiência de paralisia do sono ocorre quando a sua mente (em parte) acorda, mas o seu corpo permanece dormindo.

*O episódio ocorre no limite entre sono-vigília, sabe-se o que está ocorrendo e é assustador porque não se pode agir durante o processo.

*Fisicamente dormindo, você permanece paralisado. 

*Mas mentalmente consciente, você pode começar a entrar em pânico,  a mente ao sonhar evoca imagens de pesadelo para "explicar" o que está acontecendo, muitas vezes baseadas em crenças culturais.

*A condição é mais provável de ocorrer se você está sob estresse, ou têm ciclos de sono perturbado devido ao trabalho por turnos, narcolepsia, privação de sono e outros distúrbios do sono. 

*Alguns dos efeitos são reais. Este estado é uma fusão muito inteligente de consciência desperta com o mundo dos sonhos.

*É um truque da mente bizarra: Por exemplo, uma leve batida na cama é distorcida, bem como o som da pulsação do coração por conta da descarga de adrenalina.

*Fala-se que se ouve o agressor respirando - é possível que seja o som de seus próprios suspiros para respirar neste estado de pânico.

*Na Paralisia do sono a experiência pode durar de alguns segundos a vários minutos.

*O corpo inteiro é afetado, exceto os olhos - persiste o movimento REM (Rapid Eye Movement); tórax, os pulmões podem respirar livremente e extremidades às vezes como dedos do pé, dedos e lábios (a boca se move mas o grito não sai).

*Um 'pesadelo acordado' no qual estou impedida de interagir.

*As alucinações já podem ser caracterizadas como um distúrbio do sono, as crianças sofrem com o que se denomina 'terror noturno'.

Referências: Hufford D J. (2005). Paralisia Experiência Espiritual. Transcult Psychiatry.
Kompanje E J. O diabo deitou-se Sobre Ela ... (2008) Alucinações hipnagógicas e Paralisia do Sono descritas pelo médico holandês Isbrand van Diemerbroeck. (1609-1674).
Parker, J D e Blackmore, S J (2002). Comparando-se o Conteúdo da Paralisia do Sono e Sonhos, Relatórios. 
Ψ Fatima Vieira - Psicóloga Clínica

sábado, 13 de junho de 2015

Ψ sobre o jardim secreto

"Depois de uma longa espera consegui, finalmente, plantar o meu jardim.

 (...) jardins precisam de terra para existir. 

 O meu só tinha sonhos.

(...) Os sonhos viviam dentro de mim.

Eram posse minha.

Um dia o inesperado aconteceu.

O meu sonho fez amor com a terra e o jardim nasceu.

(...) Não chamei paisagista.
 

Paisagistas são especialistas em jardins bonitos.

Mas não era isto que eu queria.

Queria um jardim que falasse.

Pois você não sabe que os jardins falam? 


Quem diz isto é o Guimarães Rosa: 'São muitos e milhões de jardins, e todos os jardins se falam.
Os pássaros dos ventos do céu - trazem recados'. 

Queria o jardim dos meus sonhos, aquele que existia dentro de mim como saudade. O que eu buscava não era a estética dos espaços de fora; era a poética dos espaços de dentro.

Eu queria fazer ressuscitar o encanto de jardins passados, de felicidades perdidas, de alegrias já idas. Em busca do tempo perdido... "
(Rubem Alves)


 (...) a árvore da vida cresce apenas no círculo mágico, o símbolo da unicidade, e que é o seu jardim.

*Não há como escapar nosso espírito precisa de paz e liberdade.

*O poder da vida vem daquela árvore ou daquela flor que você cultiva no seu coração.

*Deixe os sentimentos falarem e os ouça bem.

*Siga apenas o que você reconhecer que vale à pena.  

*A mente livre faz a escolha certa sem muito esforço.

*e somos responsáveis até pelas escolhas que não deram certo.
*O mal existe, prisões também ... você pode ser um prisioneiro de opiniões, medos, culpas.

*Condicionamento social é uma das piores prisões, não precisa nem mesmo de paredes.

*Condicionamentos nos fazem viver de reações. Não cerque seu jardim com portão de ferro.

*Seja verdadeiro, nunca genérico: (flores de plástico não perfumam);

*Acredite ... somente no seu jardim você estará seguro e aconchegado, ninguém poderá feri-lo.

*A vida nunca é perfeita, há sempre um monte de coisas frustrantes.

*e há sempre coisas boas, mesmo em uma vida dura.
*Diz Jung: "A vida acontece num equilíbrio entre a alegria e a dor." 

Ψ Fatima Vieira - Psicóloga Clínica

sábado, 6 de junho de 2015

5 de junho dia mundial do Meio Ambiente

E Deus disse: "Eis que vos dou toda a erva que dá semente sobre a Terra e todas as árvores frutíferas, contendo em sí mesmas a sua semente, para que vos sirva de alimento." Gênesis 1,29
O que o Homem fez:

O que faz o Homem consciente:

Os Mandamentos Cherokee

*Trate a terra e tudo que Habita nela com respeito


*Respeite a todos os seres que nela habitam.

*Permaneça próximo do Grande Espírito


*Trabalhe em conjunto para o benefício de toda a humanidade

*Faça o que você sabe que é certo

 
*Cuide do bem estar da sua mente e corpo

*Dedique uma parte de seus esforços para  O Bem Maior


*Seja bom, verdadeiro e honesto.

 
*Assuma total responsabilidade por seus atos.

 (fonte: web)

Ψ Fatima Vieira - Psicóloga Clínica

sábado, 30 de maio de 2015

(...)

 sobre a artista plástica Cida Mello
 consulte aqui

por favor
(...)
tenha cuidado,
pega leve
olha onde pisa
isso é meu coração
meu ganha-pão
instrumento de trabalho,

meu arroz com feijão
(...)
preciso dele

para me levar a Marte
sem sair do chão
(...) 

tome cuidado
eu vivo disso
poesia, sonhos
e outras canções
sem emoção
morro de fome
sinto muito
mas não há nada
que eu possa fazer
sem coração
(Alice Ruiz)

(...)


quarta-feira, 27 de maio de 2015

Ψ sobre os sonhos lúcidos - a "viagem" de Jung

*Aconteceu em 1944, durante séria enfermidade que o levou à beira da morte:
"Parecia que me encontrava no espaço a uma altura considerável. Muito abaixo de mim eu via a Terra, e era como uma esfera envolta por maravilhosa luz azul. Bem ao longe, de baixo dos meus pés estavam o Ceilão e a Índia. Meu campo visual não abrangia a Terra toda, mas eu podia ver nitidamente sua forma esférica e a maravilhosa luz argênteo-azulada brilhando ao seu redor.
*Em seguida, ele passa a descrever como enxergava a Arábia e o Mar Vermelho e, por pouco, também o Mar Mediterrâneo: Vislumbrava o Himalaia coberto de neve, porém aquele trecho parecia nublado. Ele olhava para a direita.
*Eu sabia que estava a ponto de deixar a Terra, quando apareceu algo novo em meu campo visual.
*No espaço, ele via um enorme e escuro bloco de pedra, algo como um meteorito, que pairava sobre ele. Havia uma abertura naquele bloco, que parecia ser uma entrada. No lado direito, sobre um banco de pedra, havia um hindu silenciosamente sentado em posição de lótus.
*Ele estava todo de branco e eu sabia que esperava por mim, narra Jung: Dentro, do lado esquerdo, ficava a entrada para o templo. Enquanto me aproximava da abertura da rocha, aconteceu algo muito estranho. Tive a sensação de que estava sendo despojado de todos os meus desejos, pensamentos, ambições, de toda minha consciência terrena. Era um processo penoso, porém sobrava algo e era como se eu existisse independentemente de minha própria história.
*Sentia uma grande certeza: isto sou eu. Tinha também uma impressão de pobreza e ao mesmo tempo de satisfação.
*Nada mais havia que eu desejasse: eu estava lá, na minha forma objetiva tal como havia sido e vivido.
*No início ainda conservava a impressão de ter perdido algo, mas de repente tudo se tornou completamente sem importância.
*A única coisa que importava era agora a certeza de que poderia penetrar naquela rocha, naquela sala iluminada e encontrar aqueles a quem realmente eu pertencia. Lá eu encontraria o sentido de minha existência.
*Naquele instante algo chamou a sua atenção: Lá embaixo, bem distante, na direção da Europa, ele viu seu médico subindo para lhe trazer uma mensagem, dizendo que ele deveria retornar e que ainda não deveria deixar a Terra. Neste momento terminou a experiência.
*Essa aversão por retornar à existência manifesta-se de vez em quando. Jamais poderia imaginar que fosse possível esse tipo de experiência. Não era produto de minha fantasia. O que vi e partilhei foi absolutamente verdadeiro, nada foi subjetivo e tudo possuía a qualidade de absoluta objetividade." 

(da obra “MEMÓRIAS, SONHOS E REFLEXÕES”, de Carl Gustav Jung) 
                             SOBRE SONHOS LÚCIDOS
 *O sonho lúcido parece ser uma experiência de co-criação. (Robert Waggoner)

*Ter consciência do sonho que se sonha e ter o poder de controle, isso é definição de sonho lúcido. 

*Eu tenho a sorte de ter vivido muitos sonhos significativos que me orientam no meu estado de vigília.

*Quando percebo que estou tendo um sonho lúcido, retomo o sonho e dentro do próprio sonho me permito voltar à cena e resolvo um conflito.

*Por vezes me vejo interpretando ou usando a técnica da Imaginação Ativa concomitante ao sonho.

*Quando tenho esse tipo de experiência por sua particularidade, costumo dizer que o sonho sonhou a si mesmo.

*Você sabe que se trata de um sonho lúcido naquele momento fugaz,   quando, por apenas um momento você sente com toda a sua alma que o sonho é a realidade ...

*E você acorda com uma sensação nítida que persiste no decorrer do dia que algo significativo ocorreu.

 *Se o sonho é importante para a vida de vigília, pode-se alterar os acontecimentos. Como resultado de controlar a sua experiência de sonhar você pode resolver muitos problemas. 

*Exemplo: se você está tendo um sonho em que você está sendo perseguido ou vitimado, de alguma forma, você se torna consciente, em seguida, volte-se contra o seu atacante, enfrente o problema de frente e resolva-o sem medo. Você será capaz de encarar, virar o jogo sem correr assustado.

*Isto é como o sonho lúcido pode melhorar a nossa vigília equilíbrio emocional e imaginação criativa.

*Nós não somos apenas menos razoáveis e menos decentes em nossos sonhos ... nós também somos mais inteligentes, mais sábios e capazes de melhor juízo quando estamos dormindo do que quando estamos acordados. (Erich Fromm)


COMO LEMBRAR DOS SONHOS:
*Para ser capaz de reconhecer seus sonhos como sonhos enquanto eles estão acontecendo, você tem que estar familiarizado com a forma como  trabalha os próprios sonhos no dia a dia.


*Você deve ser capaz de lembrar pelo menos um sonho todas as noites. Assim poderá facilmente trabalhar com métodos mais complexos  de indução de sonho lúcido.

*Os períodos de sonho ficam mais longos enquanto a noite avança.

*O primeiro sonho da noite é o mais curto, talvez 10 minutos de duração, enquanto que depois de 8 horas de sono, os períodos de sonho podem ser de 45 minutos à uma hora de duração. 

*Todos nós sonhamos todas as noites, cerca de um período de sonho a cada 90 minutos.

*As pessoas que dizem que nunca sonham simplesmente esquecem dos seus sonhos por não darem a devida atenção. É útil manter um diário completo sonho. 

*Você pode ter mais do que um sonho durante um período REM (movimento rápido dos olhos), separados por despertares curtos que são mais frequentemente esquecidos.

*É aceito entre os pesquisadores do sono que os sonhos não são lembrados a não ser que o dorminhoco acorde diretamente do sonho, em vez de depois de ir para outras fases do sono.

*Possivelmente, tudo o que você precisa fazer para aumentar a sua recordação do sonho é respirar tranquilamente antes de dormir, uma mente relaxada é simultânea a um coração leve. E se programar que ao despertar você vai recordar dos sonhos plenamente.

*Este trabalha de maneira semelhante para se lembrar de despertar em um determinado período de tempo na parte da manhã. 

*Uma das principais causas de sonho esquecimento é a interferência de outros pensamentos competindo por sua atenção. 

*Portanto, não mude de posição ao acordar e deixe que o seu primeiro pensamento seja: "O que eu estava sonhando?"  

*Fique atento nas sensações: humores, sentimentos, estado de espírito, fragmentos de imagens, e tente reconstruir uma história a partir disso.

*Quando você chama uma cena, tente lembrar o que aconteceu antes, e antes disso, revivendo o sonho em sentido inverso. 

*Mesmo que você não pode recordar qualquer coisa na cama, eventos ou cenas do dia pode lembrá-lo de algo que você sonhou na noite anterior.
 
*Carlos Castenada,
(1925-1998), ensinou uma técnica de sonho lúcido: Ele disse que se você pudesse se lembrar de ver suas mãos claramente em seu sono que seria sua sugestão para acordar dentro do sonho.

*Esta é uma técnica favorita de algumas pessoas, seja qual for o símbolo que você escolher, diga apenas ao cair no sono que você vai ver este símbolo em seu sonho. 


*O símbolo sugestão é a senha de que você está consciente do que está realmente sonhando, e assim você vai controlar o sonho de qualquer maneira que você quer.

O *estado hipnagógico (*Estado que precede o sono verdadeiro experiências alucinatórias e pseudo-alucinatórias. Ao acordar pode-se ainda relembrar os sonhos vividamente, mas sem estar plenamente desperto) que antecede o processo onírico é idêntico à hipnose. Ou seja, se você deixar cair deliberadamente para este estado de transição de consciência será o conteúdo do seu estado de sonho.

*Temos muitas ideias racionais durante todo o dia para solucionarmos um problema, mas o essencial as vezes nos escapa. E justamente quando baixamos a guarda e relaxamos é que surgem as melhores soluções.

*O fato é que o discurso racional tem falhado e muito, pois estamos quase sempre insatisfeitos. Uma mente relaxada é simultânea a um coração leve.
 *O pensamento analógico puro não depende de tempo ou espaço, por isso sussurra a resposta à nossa mente consciente quase que instantaneamente.

*E quando insistimos em não darmos atenção devida aos sussurros dos sonhos, das preces, das sincronicidades, sofremos. E o grito vem na forma de pesadelo ou
o corpo denuncia com sintomas e doenças psicossomáticas.

Referência: http://www.lucidity.com/ 
LaBerge, S., Levitan, L., and Dement, W.C. (1986).
Lucid dreaming: Physiological correlates of consciousness during REM sleep.
Journal of Mind and Behavior.
LaBerge. S. (1986). Lucid dreaming. New York: Ballantine.
Ψ Fatima Vieira - Psicóloga Clínica