domingo, 19 de junho de 2011

"O Amor é o Espírito da Carne"


Do amor à primeira vista:
O amor exige tempo
para definir-se, plasmar-se.
O amor não nasce amor,
como da semente não nasce a flor.
 

Da Poesia:
Poesia sem amor,
Não tem vida
É como flor de papel
Falta-lhe a seiva, o viço, o perfume


Do verdadeiro amor:
O que nasce da compreensão
Ou que o que envolve
Volúpia ou beleza?
Uma coisa não exclui a outra,
se completam.


O verdadeiro amor
é aquele cuja compreensão
nasce de um permanente ajuste
nos planos intelectual e moral,
mas identificados pelos desejos.


O Amor é o Espírito da carne.

J.G.de Araújo Jorge
(do livro O Poder da Flor, Editora Vecchi, 1969) 
(Fatima Vieira - Psicóloga Clínica)

Um comentário:

Ni disse...

LINDO, LINDO...BEIJINHOS E BOA SEMANA!!!